Aqui é o fim do mundo!

A internet está aí para facilitar nossas vidas, mas ainda existem cidades no Brasil que não acompanham essa evolução. O que fazer?

Valença – O ritmo de vida mais acelerado está começando a chegar nas cidades do interior. Em Valença, por exemplo, já é muito natural encontrar pessoas que aproveitam a madrugada para efetuar tarefas que não couberam no tempo regulamentar do dia de acordo com a “sociedade”.

Mas a cidade não está acompanhando esse novo estilo de vida que começa a se propagar por aqui. Não somente por aqui, mas pelo país inteiro.

Não somente a falta de tempo, mas a internet também nos propicia esse comportamento. Afinal, basta um smartphone e uma conexão boa para que se tenha motivos suficiente para ocuparmos nosso tempo.

Mas junto com a prolongação do dia vem a fome. Se estamos acordados por mais tempo, logo temos fome mais vezes.

Agora, convenhamos, quem aqui vai para a cozinha feliz e disposto às 02h45 da manhã?

Uma solução viável seria recorrer a internet para pedir aquele rango. Só que não! Se você também mora em uma cidade pequena como a minha, certamente você sabe que as coisas não são bem assim. Basta olhar o tuíte que ilustra esse post para perceber que em pleno 2016 ainda existem cidades que não estão cadastradas em ferramentas já corriqueiras nos grandes centros.

Acredito que os pioneiros a surfar nessa onda certamente vão se sobressair em relação a seus concorrentes. Por tanto, abram os olhos e movimente-se!

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store